iogurte 6
Vimos no post da nutricionista e gastrônoma Gabriella Dantas, a importância de aprender a ler os rótulos dos alimentos industrializados. No caso dos iogurtes, não poderia ser diferente. Esse sempre será o principal passo para saber se você está fazendo uma boa escolha ou não. Saber somente a quantidade de kcal de um alimento não é suficiente para concluirmos que ele é um alimento saudável.

Geralmente, os iogurtes de “frutas” contêm muitos aditivos químicos (para dar cor, sabor, aroma), além de uma quantidade elevada de açúcar e NADA de fruta. Então, se na lista de ingredientes do iogurte tiver: açúcar, xarope, maltodextrina, corantes artificiais, amido modificado e outros nomes que você não conhece, evite!

De modo geral, o iogurte natural é feito com leite, fermento lácteo e alguns são acrescidos de leite em pó. Sendo assim, sempre que quiser consumir um iogurte de fruta, o ideal é que você compre uma versão NATURAL e acrescente a fruta ou uma geléia 100% fruta! Podem também ser acrescentadas sementes e castanhas, para suprir o suporte lipídico da dieta.

Existem dois tipos de iogurte natural: o desnatado e o integral. O iogurte desnatado possui menos gorduras, com isso, menor valor energético (o que nem sempre é o mais importante). O iogurte integral possui melhor disponibilidade de vitaminas lipossolúveis.

Dessa forma, em todos os casos, leia os rótulos para saber melhor o que está ingerindo. Esta é a chave para a alimentação saudável!

Compartilhe no Facebook

agua-com-limao
Dizem por aí que beber água com limão em jejum auxilia no processo de emagrecimento e altera o pH sanguíneo.

Acredita-se que essa mistura seja capaz de aumentá-lo ou alcalinizá-lo para prevenir doenças crônicas, como o câncer, porém, isso é um MITO. A água com limão não traz esses benefícios. Apenas a alimentação não é capaz de alterar o pH sanguíneo, já que esta alteração não ocorre de maneira tão simples. Além disso, nosso organismo evita essas variações, já que é um processo que precisa ser bem controlado.

Então, a água com limão em jejum não fará o que dizem por aí: não alterará o pH sanguíneo nem fará você emagrecer… mas, se você gosta de tomar suco de limão ou chá sem açúcar/adoçante, pode continuar tomando, não tem problema, já que é uma bebida natural, sem aditivos químicos, além de ser fonte de vitamina C.

Nenhum alimento sozinho faz milagres, então, mantenha uma alimentação saudável, evite industrializados açúcar, gordura vegetal, adoçantes, etc. Preocupe-se com o todo e entenda que nutrição vai além do que está na moda!

Compartilhe no Facebook
171664_5748347889931_Capa_Beneficios_Ovo

A primeira coisa que devemos falar quando o assunto é ovo é: Ovo é o alimento mais nutritivo do mundo!

Pense bem, um ovo tem todos os nutrientes necessários para formar uma nova vida, ou seja: vitamina A, Vitamina B2, Vitamina B5, Vitamina B6, Vitamina B12, Vitamina D, Vitamina E, Vitamina K, Ácido Fólico, Fósforo, Selênio, Cálcio, Zinco… Além de proteína, ômega 3 e colesterol.

Apesar disso tudo, o ovo sempre teve fama de vilão. Acreditava-se que o colesterol presente na gema do ovo trazia problemas para a saúde como as doenças cardiovasculares. Vamos entender melhor: primeiramente, devemos lembrar que o colesterol é totalmente importante e essencial ao organismo, sendo parte estrutural das nossas células e estando envolvido com a síntese de vários hormônios como cortisol, estrogênio e testosterona. Mas, em excesso no sangue o colesterol tem sim seus malefícios.

Porém, estudos mostram que o colesterol presente nos alimentos não está necessariamente relacionado ao aumento do colesterol no sangue. Como isso acontece? Nosso organismo tem a capacidade de produzir colesterol e existem diversos fatores associados com o controle do nível sanguíneo do mesmo. Quando ingerimos mais colesterol a partir da dieta, o nosso corpo produz menos colesterol, como um tipo de feedback.  Sendo assim, o nível do colesterol do sangue não vai mudar ou vai mudar muito pouco.

Além disso tudo, o ovo aumenta o nível de HDL (chamado de colesterol bom) e em poucos casos o LDL (chamado de colesterol ruim). No caso do LDL, o ovo ainda transforma o tipo de partícula de LDL de pequenas para grandes. Sabe-se que partículas grandes estão menos relacionadas a risco de doenças cardiovasculares que as pequenas.

Ou seja, é MITO. Associado a uma dieta balanceada e a hábitos de vidas saudáveis, o ovo é um excelente alimento pra se ter na dieta. Falando em quantidades, o consumo de até 3 ovos inteiros por dia é totalmente seguro, nada disso de tirar a gema.

Contudo, deve-se tomar cuidado com a gordura adicionada ao se fazer um ovo frito – essa sim tem relação com doenças – e com o sal adicionado também!

Compartilhe no Facebook