Arquivo de agosto/2018

Como fiquei doente nas últimas semanas acabei assistindo vários seriados, escolhi 3 deles que maratonei da Netflix pra indicar para vocês:

1. Glow

Glow se passa nos anos 80 e é sobre mulheres que aceitaram fazer parte de um programa de luta livre feminina pelo dinheiro. Não sou fã de luta livre, assisti por achar a hisória bem diferente e gostei mesmo. O roteiro é bem escrito, cada hora conhecemos um pouco sobre cada uma das meninas e vemos como era a luta livre na época. Gostei muito das atrizes também ( a Alison Brie de Community está maravilhosa!).

A segunda temporada é ainda melhor que a primeira, com mais equilíbrio entre a comédia e o drama e um desenvolvimento da história das personagens.

2. Annie wih an E

 

Annie é uma garota órfã de 13 anos que vive na ilha de Príncipe Eduardo no final do século XIX. O mix de drama e fantasia nos mostra as adversidades que passou e ainda passa na vida, desde os orfanatos, adoções que não deram certo até onde está agora, adotada por um casal de irmãos mais velhos. Annie, uma jovem muito inteligente e com imaginação, acaba transformando não só a vida de Marilla e Matthew, mas da cidade toda.

O seriado trata de assuntos sérios como adoção, bullying, sexualidade, preconceito e feminismo de uma forma linda! Além disso a fotografia é muito bonita, foi o que me chamou atenção antes de conhecer a série. Maratonei a segunda temporada e achei tão boa quanto a primeira. A série acaba de ser renovada para a terceira temporada.

3. Brooklyn Nine Nine

 

Broklyn Nine Nine é uma série de comédia de 2013 do mesmo criador de The Office, o estilo de filmagem das duas é bem parecido, mas me cativou mais que The Office. Na série acompanhamos o dia a dia de uma delegacia de polícia (99) e seus delegados, em especial o Jake Peralta (Andy Samberg), um delegado engraçadinho. Demorei bastante para assistir porque nunca imaginei que uma série sobre delegacia podia ser engraçada, me enganei.

Ainda estou na terceira temporada e a série já vai para sexta (a FOX cancelou mas a NBC comprou). Está disponível na Netflix até a quarta temporada.

 

E você, qual foi sua última série maratonada?

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Dicas e resenhas de beleza, moda, filmes, séries, viagens e música.

Uma das coisas que notei ao passar um mês viajando pela Europa foi que o estilo das européias é bem diferente do estilo da maioria das brasileiras. Por lá quase não vi mulheres de salto alto, nem muito decote. Os estilos predominantes são o casual/esportivo (com roupas bem confortáveis, não necessariamente esportivas) e o elegante.

Trouxe três das tendências que mais notei por lá:

1. A cor mostarda

A cor mostarda, uma das variações de amarelo, já foi bastante ignorada por ser uma cor marcante. Hoje está em alta e é bem fácil de usar. Uma forma fácil de usar é com cores básicas como preto, branco e cinza, outra forma é combinando com cores análogas (que estão próximas no círculo cromático) como o laranja e verde ou com cores complementares (que estão opostas no círculo cromático) como o azul e roxo.

2. Saia midi + tênis

O combo saia midi + tênis tem feito sucesso, ao combinar dois estilos diferentes, o romântico com o casual, se consegue um look com estilo de forma prática. Além disso deixa o look bem confortável, perfeito para quem adere ao estilo comfy.

3. Cabelo reto

Cortes de cabelo mais retos não eram muito usados há algum tempo por deixar a pessoa com a aparência mais pesada, hoje esse corte foi atualizado. O cabelo médio ou curto com corte médio transmite modernidade e até mesmo leveza.

Fonte.

 

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Dicas e resenhas de beleza, moda, filmes, séries, viagens e música.

No fim do ano passado a O Boticário entrou em promoção com vários produtos, dentre eles o pó matte da linha Intense, resolvi então comprar para testar.

O que ele promete

Em diversas cores, o Intense Pó Compacto possui acabamento aveludadodisfarça imperfeições, deixa a pele sem brilho e ainda possui FPS 15.

Perfeito para um visual com acabamento aveludado, o pó facial Intense controla a oleosidade da pele e possui efeito mate, deixando a pele sem brilho. Fácil de aplicar e com textura fininha, o pó disfarça pequenas imperfeições e ainda tem FPS 15 em sua fórmula.Contém: 5g

O que achei

O pó vem em uma embalagem minimalista preta, apenas escrito por cima o nome da linha. A intense é uma das linhas mais baratas da O Boticário, por isso me surpreendi com a qualidade da embalagem. O plástico é durinho, de boa qualidade e ainda vem com um bom espelho e esponja.

Comprei o pó translúcido prensado (prefiro assim, não faz bagunça), ele é realmente fino e tem a textura aveludada. Na minha pele oleosa dura o mesmo tanto que os pós mais caros, em média 4 horas (aí retoco o nariz e testa). Só não notei ele disfarçando imperfeições.

O único problema que tive com o pó foi que ele deixou minha pele um pouco mais clara por ser branco. Isso pode ser ótimo se você estiver com a base mais escura que sua pele, mas como não era o caso me incomodou um pouco. É por isso que muitas marcas tem feito pós translúcidos amarelados, para que eles não transfiram cor alguma.

A embalagem acabou caindo no chão e quebrando, o que acontece com a maioria dos pós quando caem. Voltei na loja e comprei de novo mas na cor Claro 01 para evitar o problema do rosto mais claro. A Intense disponibilizou 6 cores + o translúcido desse pó compacto.

Só base x Base e o pó Intense x Maquiagem completa

A cor Claro 01 ficou perfeita na minha pele e o pó possui a mesma textura do translúcido, fino e aveludado. Gostei bastante, meu único problema com ele é na região da olheira, ele acaba tirando o efeito do meu corretivo iluminador, deixando um sombreado como se fosse olheira.

Mais de pertinho pra vocês verem que o pó é mesmo fino mas não disfarça muito imperfeições.

Seria uma boa se a marca lançasse uma versão amarelinha pra evitar isso, por enquanto sigo usando ele. O pó custa R$ 42,90, na promoção comprei pela metade do preço. Ah, e amei que ele tem FPS 15, mas sigo sonhando com o pó com FPS 30.

E vocês, o que tem usado?

 

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Dicas e resenhas de beleza, moda, filmes, séries, viagens e música.

De maio para junho passei um mês na Europa, desde o início da viagem uma das perguntas que mais me fizeram foi “como vocês se planejaram?” ou “como escolheram os destinos?” Por isso resolvi explicar por aqui algumas formas de planejar seu roteiro.

1. Passagens em promoção

Uma viagem para a Europa não é barata, por isso pesquisar passagens é bem importante. Enquanto montávamos nosso roteiro (eu e o Thomas) já tínhamos em mente que o ponto de partida ia ser de onde achássemos a promoção/passagem mais barata. Para isso fique de olho em sites e especialmente apps de viagem (os apps atualizam primeiro com as promoções).

Ainda vou fazer um post detalhado sobre onde compramos a passagem, companhia aérea e a experiência mas aqui estão os aplicativos que me ajudaram a pesquisar por passagens (criei uma pasta “viagem” no celular) :

  •  Passagens Imperdíveis – também possui site mas o app é atualizado primeiro e é o que vejo atualizando as promoções antes de todos os outros sites e aplicativos (lembre-se de deixar as notificações ativas para aparecerem na sua tela, bem importante).
  • Melhores Destinos – um dos sites e aplicativos mais conhecidos, todos os dias enquanto buscava uma promoção acessava ele e o Passagens Imperdíveis.
  • Voopter – Nele você pode pesquisar preços por até 4 datas diferentes ao mesmo tempo e também ver os melhores preços de passagens em tempo real. Essa seleção pode ser bem específica ou abrangente, desde nacionais, internacionais até o país que você quer mesmo.
  • Skyscanner – o que mais gostei dele foi a forma como mostra a média de valores no mês. Os dias com bolinha verde são os mais baratos, laranja com preço médio e vermelha mais caros. Assim você já clica no dia para fazer a pesquisa sabendo quais são os mais baratos. Além disso você pode acompanhar o preço do voo caso não queira comprar na hora e na tela dos detalhes do voo é tudo bem explicadinho.

2. Países que você quer muito conhecer

Todo mundo que sonha com uma Eurotrip já tem alguns países em mente que gostaria de ir. O ideal é pegar aquele país mais afastado que você quer muito conhecer e deixar como ponto de partida ou como um dos destinos finais, assim você escolhe outros países que sejam próximos e não perde muito tempo (nem dinheiro). No meu caso esse país foi a Irlanda, que deixei como o penúltimo país, sendo o último a Espanha (destino inicial e final).

3. Países próximos

Depois de escolher o lugar que você mais quer visitar abra o mapa e comece a pesquisar países próximos que te interessam. Na Europa muitos países são super próximos, dá pra conhecer muita coisa com uma pequena viagem de trem ou até de ônibus. Marque esses países que te interessam e pesquise a distância no google maps entre um e outro (de trem/avião/ônibus), assim fica fácil se organizar.

No mapa acima marquei os países que visitei, a ordem foi: Espanha > França > Alemanha > Bélgica > Holanda > Irlanda > Espanha (voo de volta).

Esse foi o primeiro post sobre a viagem, se tiver algo específico que queiram saber mais sobre pode deixar aqui. :)

 

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Dicas e resenhas de beleza, moda, filmes, séries, viagens e música.