A Naked Heat é o último lançamento das famosas paletas Nakeds da Urban Decay. A paleta, como o próprio nome diz, se inspira no calor, em tons quentes mas ao mesmo tempo neutros.

São 12 cores, 7 matte, uma semibrilhosa e 4 bem brilhosas. As sombras são pigmentadas, gosto muito das sombras opacas da Urban Decay, são tão boas que parecem ter textura amanteigada, além disso esfumam muito bem. O único problema dessa paleta é que as sombras esfarelam um pouco, bem mais que nas outras.

A embalagem é um plástico bem resistente e mais leve que a da última paleta (Naked Smoky, tem resenha aqui). Vem dentro de uma caixinha de papelão como as outras vieram.

A paleta vem com um pincel de esfumar. Todas as Nakeds vem com um pincel e com um espelho muito bom.

As cores (por disposição na paleta):

Seis primeiras sombras:

Chaser – Marrom bem clarinho opaco. Uso tanto na pálpebra móvel quanto para esfumar cores mais fortes.

Sauced – Marrom médio alaranjado opaco. Uma das minhas cores preferidas na paleta! Amo esse tom no côncavo.

Low Blow – Marrom médio quente, é opaca.

Lumbre – Coral rosado com brilhos dourados. É linda para o dia, mas das brilhosas a menos pigmentada. Preciso passar um pouco mais com o dedo para pigmentar bem.

Swatches

 

Seis últimas sombras:

 

He Devil – marrom avermelhado opaco. Gosto muito desse tom, apesar de diferente não é exagerado.

Dirty Talk – sombra brilhosa, quase metálica cobre.  Super amanteigada, uma das mais bonitas mas das que mais esfarelam também (mesmo assim não tive problemas com ela).

Scorched – sombra brilhosa, quase metálica com tom rose gold com fundo marrom.  Um pouco menos amanteigada que a dirty talk mas funciona bem ao ser aplicada com o dedo.

Cayenne – marrom mais escuro quente e opaco.

En Fuego – sombra vinho com fundo marrom opaca. Por ser mais escura, mais seca “menos amanteigada” que as outras é um pouco mais difícil de trabalhar.

Ashes – roxo fechado. Assim como a En Fuego, é mais seca eum pouco mais difícil de esfumar que as outras.

Ember – Bronze com roxo, a cor mais diferente da paleta. Bem pigmentada e fácil de aplicar.

Swatches

 

Não estava acostumada com cores quentes e gostei muito da paleta! Ela custa $ 54 na Sephora gringa, ainda não chegou aqui no Brasil.

 

Maquiagem usando as cores Sauced, Scorched, Cayenne e En Fuego.

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Gosto mais de maquiagem, filmes e seriados do que de algumas pessoas. Tenho alma de gordinha, mas gosto de alimentação saudável. Compartilho aqui isso e um pouco mais.

Sou daquelas pessoas que está sempre a procura da base perfeita, especialmente para o dia. Depois de ler essa resenha aqui da Pripoka no Passando Blush resolvi comprar a base, que promete acabamento super natural.

O que o produto diz

Uma base líquida, leve e invisivel que cria um acabamento luminoso e semi-mate. Sua fórmula ajuda a pele a ficar com um acabamento iluminado e natural. Naked Skin é formulada por esferas de difusão de luz que deixam o seu look com um toque profissional. Base Naked Weightless Ultra Definition Liquid Makeup permite que as mulheres construam sua própria cobertura e customizem seus look.

O que achei

A primeira coisa que notei e gostei foi a embalagem. Apesar de aparentar ser de vidro e ser bem bonita é de plástico, o que é ótimo para pessoas desastradas como eu. Além disso ela vem com um pump, o que facilita a aplicação.

 

A base é bem fluída, apesar disso tem uma cobertura média ótima que pode ser construída, cobre bem algumas manchinhas que tenho mas não chega a cobrir 100% (o que gosto, acho bem mais natural para o dia). Ela conta com uma tecnologia que difunde a luz, por isso é ótima para fotos também.

O cheiro é bem leve de química idêntico ao da base Matte da Vult! Mas não é um cheiro ruim e logo some. Por falar na base da Vult acredito que as duas mereçam algumas comparações já que as duas são matte (essa diz ser semimatte) de cobertura média. A Naked Skin é um pouco mais natural que a da Vult. Ela parece que entra mais nos poros, fazendo jus ao nome.

Ela não fica sequinha no rosto mas também não fica brilhosa nem grudenta, é bem natural mesmo. É perfeita para vários tipos de pele, se você tiver a pele mais seca acredito que não seja necessário finalizar com pó, e não precisa se preocurar com o fato dela transferir porque ela não quase não transfere. Como tenho a pele oleosa sempre finalizo com pó.

Sem nada x Com base X Maquiagem básica completa

A duração dela foi o que me fez amar ainda mais essa base. Meu nariz oleoso segura bem por mais ou menos 5 horas em um dia com a temperatura normal, depois disso só preciso dar um retoque com pó no nariz ou usar um lenço removedor de oleosidade, aí ela dura mais algumas horas. A da Vult dura bem menos em mim, falei mais sobre ela nesse post aqui.

Além de ser natural, ter ótima cobertura e durar muito na minha pele ela ainda vem com ingredientes nutritivos para a pele como peptídios antirugas, antioxidante de chá verde, vitaminas e uma substância clareadora. Adoro maquiagens que vão além e se preocupam com a pele! Ela também é sem parabenos e é VEGAN, fiquei muito feliz por isso.

A seleção de cores é enorme, aqui no Brasil são 14 cores, nos EUA 24. Meu tom é o 3.0, de fundo amarelado. As numerações terminadas em .0 tem fundo amarelado, as terminadas em .5 são de fundo rosado , em .25 de fundo neutro e em .75 de fundo dourado. Isso facilita bastante na hora de escolher, escolhi a minha pela internet e a cor ficou perfeita.

Apesar da embalagem ser grande só vem com 30ml, a quantidade normal de uma base e apenas 4ml a mais que a Matte da Vult, que é bem mais compacta. Esse foi um dos únicos pontos negativos da base, não é tão prática de levar na necessaire. O outro ponto negativo é o preço, aqui no Brasil custa R$ 229, lá nos EUA $40.

Comprei a base há três meses e não paro de usar desde então, já estou na metade! Comparando com a Nude Air da Dior achei essa bem melhor por cobrir mais imperfeições e ainda ser bem natural.

Vocês já usaram? :)

 

 

 

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Gosto mais de maquiagem, filmes e seriados do que de algumas pessoas. Tenho alma de gordinha, mas gosto de alimentação saudável. Compartilho aqui isso e um pouco mais.

 

IMG_6416

Essa semana a Sephora Brasil começou a vender a Naked Smoky, último lançamento da Urban Decay que vai ser edição limitada aqui no Brasil. Como também comprei outra paleta de edição limitada na viagem pedi pra que vocês escolhessem qual resenha faria primeiro, a Naked Smoky ganhou.

A paleta foi feita pensando em pessoas que gostam de olho esfumado mas ainda real e “usável”, bem no conceito da Naked. É formada por 12 cores, a maioria possui tons frios e puxados para o cinza. Quanto ao acabamento 4 delas são matte, 3 com leve brilho, 2 com bastante brilho, uma meio brilhosa e meio metálica e duas metálicas. A qualidade das sombras é a mesma das outras paletas Nakeds da Urban Decay, excelente.

IMG_6415

A paleta em cima, a caixa embaixo.

São fáceis de aplicar, bem pigmentadas (mesmo as matte que costumam ser menos), não esfarelam e tem ótima textura. As sombras estão bem dispostas na paleta, tanto por cores quanto por tipo de acabamento. No início estão as brilhosas (satin) e metálicas, no meio as menos brilhosas e no fim as matte. 

IMG_6421

Cores (por disposição na paleta e fotos)

Primeira metade.

IMG_6418

Swatches sem primer.

1. High

É um champagne com vários micro-glitters, quase metálico.

2. DirtySweet

Bronze bem aberto e metálico.

3. Radar

Bronze mais puxado para o marrom com micro-glitteres e levemente metálico.

4. Armor

Cinza mais fechado, quase um taupe brilhoso e metálico.

5. Slanted

Prata metálico, mais metálico que a Armor.

6. Dagger

Cinza chumbo com pouquíssimo glitter.

Segunda metade.

IMG_6420

Swatches sem primer.

1. Black Market

Preto no acabamento satin com brilhos frios.

2. Smulder

A cor mais difícil de descrever, uma mistura de chumbo com brilho vinho e roxo.

3. Password

Cor taupe bem fria matte.

4. Whiskey

Marrom meio frio de tom médio e matte.

5. Combust

Cor da pele frio, puxado para o taupe com acabamento matte.

6. Thirteen

Bege amarelado quae completamente matte, tem um pouquinho de brilho mas é quase imperceptível.

Ela ainda vem com um informativo que te ensina quatro tipos diferentes de smokey eye, bem legal para as principiantes. Como todas as anteriores vem com um pincel, esse tem duas pontas: uma com um pincel pequeno para esfumar detalhes e uma maior pontiaguda para o côncavo. Não gosto muito dos pinceis das outras paletas, esse me surpreendeu. São dois pinceis muito úteis, principalmente na hora de fazer um smokey eye. Nunca tinha visto um pincel de côncavo pontiagudo, esse encaixa direitinho no côncavo, gostei muito.

A embalagem dela é diferente das outras, é meio transparente, mais pesada e fecha com ímã. Ela custa R$ 250 na Sephora do Brasil e $ 54 na gringa. Tenho as quatro nakeds, são minhas sombras preferidas. Se quiserem posso gravar um vídeo falando da diferença entre elas e quais acho que valem mais a pena, com swatches. Me digam se é algo que gostariam de ver que depois de usar um pouco mais essa posso gravar! :)

 

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Gosto mais de maquiagem, filmes e seriados do que de algumas pessoas. Tenho alma de gordinha, mas gosto de alimentação saudável. Compartilho aqui isso e um pouco mais.