Quando vi que o C. Kamura lançou um produto semelhante (e bem mais barato) ao Uniq One da Revlon, que gosto bastante e já falei por aqui, tive que testar e contar para vocês.

O Intense One é um leave-in 10 em 1 para todos os tipos de cabelo que trata, cuida, protege e finaliza.

O que o produto promete

1. Restauração profunda.
2. Selagem das cutículas.
3. Proteção térmica.
4. Proteção da cor.
5. Toque sedoso e brilho.
6. Controle o frizz.
7.  Durabilidade do penteado.
8. Modelagem fácil dos fios.
9. Prevenção as pontas duplas.
10. Efeito desembaraçante.

O que achei

A embalagem dele é BEM parecida com a do Uniq One da Revlon, ambas são vermelhas, com o nome parecido e de pump. O Intense 1 do C. Kamura é mais grosso um pouco do que o da Revlon, um creme mais leve. Os benefícios prometidos também são bem parecidos. A maior diferença é no tamanho, o Uniq One da Revlon vem com menos produto.

Dos benefícios prometidos, alguns já senti logo no primeiro uso. Senti as cutículas do cabelo mais fechadas e o cabelo SUPER macio, assim ele fica mais fácil de ser desembaraçado e penteado. A sensação quando uso é de que usei uma máscara leve (ele não pesa no cabelo) para hidratas os fios, gostei demais disso!

Quanto ao frizz acho que reduziu um pouco mas nada muito perceptível para quem tem muito frizz como eu, resultado de muito secador e babyliss.

Além de restaurar o cabelo o Intense One tem como função proteger o cabelo do calor, proteger a cor e previnir pontas duplas. Não tenho como ter certeza de que ele cumpre bem essas funções mas a cor do meu cabelo quase não desbotou esse mês, talvez seja por causa dele.

O produto é feito com a tecnologia LUNAMATRIX, que repõe a massa capilar e protege dos danos do dia a dia como alisamento, tintura, radiação UVAB e do calor.

Essa tecnologia que funciona como um tratamento + a hidratação que senti com ele e o preço super amigo me fizeram adorar esse produto. Cada cabelo é diferente mas no meu senti mais efeito com ele do que com o Uniq One da Revlon, que apesar de bom para o dia a dia, é bem mais caro.

Esse custou R$ 30 no Shopping dos Cosméticos do Taguatinga Shopping em Brasília. Tem dele pelo mesmo preço em várias lojas online, como essa aqui. Também existe uma versão do produto próprio para cabelos loiros, o C. Kamura BB Hair Silver.

 

 

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Gosto mais de maquiagem, filmes e seriados do que de algumas pessoas. Tenho alma de gordinha, mas gosto de alimentação saudável. Compartilho aqui isso e um pouco mais.

Percebi que algumas meninas ruivas (e outras que querem ser) procuram o blog de vez em quando, então achei que seria legal mostrar quando pintar meu cabelo com algo diferente.

Como já falei pra vocês nesse post, estava usando uma mistura da keune 7.43 com a 7.44 + tonalizante (normalmente uma mistura do ckamura cobre com o conhaque) com Ox 20.

Da última vez que pintei (na semana do carnaval) só usei a tinta que já tinha em casa (cabelo curto tem me ajudado a economizar, antes usada dois tubos), um tubo da keune 7.43 com um Ox 20, sem tonalizante. Meu cabelo ficou um ruivo bem natural, quase sem vermelho. Passei por cima um creme com um pouco de tonalizante, o que mal alterou a cor, acho que mais tem segurado a tinta (ou será que a tinta é boa assim mesmo?), que surprendentemente não desbotou ainda. Não gosto muito de pintar o cabelo mais claro por isso, o ruivo desbota demais e não gosto dele meio “água de salsisha” (o que acontecia quando usava a keune 8.34).

Keune 7.43 + Ox 20 – Deixamos mais ou menos 30 minutos na raiz e 20 no resto do cabelo.

Luz natural (da varanda, o dia tava meio nublado):

ruivosolcasa

 

Primeira foto luz natural (com sol), segunda foto luz amarela de casa:

luuz

 

 

 

Dá pra ver que agora o cabelo ficou bem cobre com reflexos alaranjados, né? Gostaram? Eu gostei, mas ainda quero colocar um pouquinho de vermelho nessa cor! :)

 

 

 

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Gosto mais de maquiagem, filmes e seriados do que de algumas pessoas. Tenho alma de gordinha, mas gosto de alimentação saudável. Compartilho aqui isso e um pouco mais.

Faz um ano que pintei meu cabelo, acho que agora me sinto mais segura pra contar um pouquinho sobre o processo. Antes de ler recomendo ver a tabela de cores e reflexos feita pela Gleice Duarte pro Pausa para Feminices.

As tintas que já usei

Wella Color Perfect

wella

Quando pintei pela primeira vez meu cabelo não era virgem, eu fazia luzes há anos e tinha o cabelo loiro médio pra claro. Como meu cabelo já era claro e é fino, não foi difícil ficar mais ou menos no tom que eu queria sem descolorir. A tinta usada foi a wella color perfect 7.4 com a 8.4, mas não me lembro se da primeira vez o ox (água oxigenada) foi de 30 ou 40 (quanto maior o volume mais abre o tom do cabelo).

Meu cabelo ficou um ruivo meio castanho (cor de porta, como disse meu pai ao tirar a foto acima na porta de casa no dia que pintei), o que foi bom pra começar, já que eu morria de medo de ficar com o cabelo laranja.  Pintei por alguns meses da mesma cor (com ox 30) até pigmentar bem o cabelo e resolvi mudar de tinta.

Dá pra ver pelas fotos como a luz muda o cabelo e como a cada vez que pintava também mudava. As duas primeiras de cima são do dia que pintei, a primeira com luz artificial e a segunda com luz natural.

Keune 8.34, 7.43 e 7.44

keune 8.4

Pesquisando um pouco vi que a Keune tem uma das melhores tintas do mercado, que menos agride o cabelo e tem uma boa durabilidade. Comecei com a 8.34, queria um ruivo mais aberto com reflexos dourados,  gostei. O problema é que uma ou duas semanas depois a cor virava quase um loiro acobreado, não ruivo, a cor que eu queria.

keune 8.34 e 7.43

Misturei a 8.34 com a 7.43 pra ver se durava mais, até durou mas eu queria um tom um pouco mais fechado.

Testei depois uma mistura da 7.43 com a 7.44 da keune (com ox 30) e gostei muito do resultado, um ruivo um pouco mais fechado que desbotava aos poucos pra um ruivo alaranjado lindo. Na penúltima vez que pintei o cabelo inteiro não achei a 7.44 e só usei a 7.43, ficou um pouco mais avermelhado.

keune 7.43 e 7.44

 

Nas fotos acima a primeira foi logo que pintei com a 7.43 e a 7.44, a segunda com a raiz enorme (aí sim me deu agonia) mas com as pontas ainda numa cor legal por causa do tonalizante e a última foi no dia que tonalizei com o color touch (mais avermelhado). Agora quero ficar num tom entre os dessas fotos.

Sobrancelha

Minha sobrancelha é acinzentada e acho mais natural assim, não quis pintar. Uso um kit de sobrancelhas da nyx na cor blonde pra dar mais vida, já que ela é fina e tem algumas falhas.

Como meu cabelo reagiu

Meu cabelo era bem oleoso antes de pintar, mesmo com as luzes. Depois de pintar ele ressecou MUITO. Nos primeiros meses sofri com ele, mesmo fazendo hidratação ele demorou a se acostumar com a tinta, ficou com  frizz e sem vida. Depois de alguns meses melhorou, fazendo hidratação toda semana em casa ele cresceu saudável como nunca, por sinal. Apesar de ter ressecado meu cabelo por alguns meses preferi sofrer com isso à sofrer com o cabelo quebrado pelas luzes, que eram feitas puxando na touca.

Retocando o cabelo e tonalizando

Quando pinto o cabelo todo a cabelereira começa a pintar das pontas até a raiz (com o cabelo sujo, viu? Dizem que pega melhor a tinta), minha raiz abre rápido e já cometemos o erro de começar ao contrário e ficar com duas cores diferentes (toda ruiva já passou por isso, eu sei). Deixamos 35 minutos no comprimento e 25 na raiz.

Retocar só a raiz é difícil, depois de alguns “errinhos” percebi que o que funciona melhor pra mim é deixar 15 minutos na raiz, depois passar um tonalizante no comprimento e deixar por mais 15 a 20 minutos. Uso uma mistura do C kamura conhaque com o cobre, puros, quando não acho uso o mix da wella color touch na cor 7.43. O tonalizante, assim como a tinta, se não passado direito pode manchar (apesar do tonalizante sair mais rápido), então recomendo fazer isso no salão. Antes de lavar a cabelereira passa um pouquinho do tonalizante na raiz também e logo lava o cabelo todo.

Sobre a manutenção

Já deve fazer uns quatro meses ou mais que só retoco a raiz e tonalizo o comprimento. Faço isso em média de 40 a 45 dias dias, como minha raiz não é super escura não me incomodo quando começa a aparecer, prefiro fazer assim e manter meu cabelo mais saudável. Na próxima ida ao salão vou pintar o cabelo todo, vi que o tonalizante não tem fixado mais tão bem e o cabelo já está um pouco mais claro do que quero.

Em casa

Já tonalizei em casa com a ajuda de uma amiga (tem que passar direito no cabelo todo que nem tinta pra não manchar) algumas vezes o cabelo todo, misturando uma parte de creme branco e uma parte da mistura dos tonalizantes (até a cor ficar parecida com  cor de queijo cheddar). Passava no cabelo úmido (depois de lavar) e deixava agir por 30 minutos, depois tirava com água. Hoje quase não faço mais isso, prefiro tonalizar toda semana no banho rapidinho usando a mesma mistura (quando quero que fique mais intenso deixo o creme mais escuro). Passo no cabelo todo, penteio com pente fino e tomo banho. Normalmente faço isso no dia que esfolio meu corpo, pra dar um tempo maior de ação.  Isso ajuda muito a manter a cor por mais tempo.

Coisas que você precisa saber antes de pintar

1. Manter o cabelo bonito e saudável não é barato – eu já sabia que a tinta é cara, eu uso 2 tubos já que meu cabelo é longo. Por isso (e pra mantê-lo mais saudável) uso o tonalizante pra segurar a cor (que também não é super barato, custa em média R$ 21 cada caixa). Quando viajei em junho do ano passado pros EUA já pensava em pintar o cabelo, por isso comprei hidratantes diferentes e olha, isso salvou meu cabelo. Aqui no Brasil dá pra achar alguns bons e baratos mas quase todos importados são absurdamente caros. Também uso azeite pra nutrir o cabelo de vez em quando (sim, azeite), o cabelo fica maravilhoso, juro. Passo azeite nele todo e deixo por 3 horas, depois lavo com shampoo três vezes e passo o condicionador. Algumas dicas aprendi no youtube da Rayza Nicácio, vou deixar aqui o cronograma capilar recomendado por ela pra recuperar os fios do cabelo. Eu não fiz o cronograma certinho mas já fiz várias etapas.

2. Ruivo desbota fácil – dá até tristeza ver a cor indo pelo ralo ao lavar o cabelo, mas é assim mesmo. Por isso prefiro pintar um pouco mais escuro (7.43) e deixar desbotar até ficar um pouco mais claro. Também não lavo o cabelo todo dia e uso shampoo seco (da batiste) pra segurar mais tempo.

3. Depende da luz – o cabelo ruivo fica diferente dependendo da luz, então é bem difícil ver por uma foto a cor verdadeira do cabelo.

4. Pigmentação e Ox –  a tinta demora meses pra pigmentar bem seu cabelo, por isso no início talvez não fique como você quer e a cor vai embora mais rápido. Quanto maior o nível da água oxigenada mais claro seu cabelo fica e menos saudável também. Hoje meu cabelo é bem pigmentado, na raiz usei ox 20 da última vez. É por isso que não se deve pegar o mesmo número de tinta e ox que alguém pinta querendo que o seu fique igual. Cada cabelo é diferente, passou por químicas diferentes. O profissional é a melhor pessoa pra saber como chegar na cor que você quer, mas não fique surpresa se não chegar nessa cor de primeira, é super normal.

5. Piscina e mar – se você costuma ir muito na piscina e mar pense duas vezes antes de pintar, já que seu cabelo vai desbotar muito mais rápido e ressecar. Nunca vi meu cabelo tão feio como quando fui pra praia no início do ano e olha que levei hidratante pra amenizar. Além de desbotar todo ele quebrou MUITO. Aliás, se for retocar a tinta melhor esperar voltar de viagem.

6. Shampoo e condicionador – não sou muito ligada em marcas, experimento de tudo, o que já percebi é que o shampoo sem sal e sulfato agridem menos o cabelo e deixam a cor por mais tempo. Quanto ao condicionador eu quase não uso mais ( o único que amo é o aussie moist, o condicionador, não o 3 minutes miracle), prefiro usar uma máscara hidratante que age rápido (aquelas de 5 minutos) . Vario em toda lavagem o que uso.

7. Antes de pintar – acho importante estar com o cabelo saudável antes de pintar, pra não agredir tanto. Também é importante fazer um teste de mecha, ver se não tem alergia e se vai ficar como você quer.

Acho que é isso, se lembrar de mais coisa depois conto :)

Desculpa pelo uso das fotos tosquinhas, mas foram as que achei do celular antigo pra mostrar a evolução.

Compartilhe no Facebook

Post escrito por

Beatriz (Bia) Martins. Gosto mais de maquiagem, filmes e seriados do que de algumas pessoas. Tenho alma de gordinha, mas gosto de alimentação saudável. Compartilho aqui isso e um pouco mais.